terça-feira, 2 de outubro de 2012

Rescaldo do Passeio de BTT de 30/09/2012 - A margem esquecida da Ribeira da Comenda

Como tem sido habito nas ultimas semanas voltámos a contar apenas com três elementos, desta vez foi o Lino que após várias semanas afastado se juntou novamente aos dois resistentes (Rodrigo e eu) que na medida do possível se mantêm constantes nestes passeios.

O objectivo desta semana era uma vez mais fazer algo ligeiro para o Lino testar a sua resistência, e como nós esperávamos ele superou as suas expectativas e apesar do percurso ser simples não sentiu grandes dificuldades.

Começamos o percurso a subir desde a Rotunda do Ovelheiro até à Serra do Louro e para depois subirmos o "Cai-de-Costas" e o "Sobe-e-Desce"



Depois de passarmos pela Capela das Necessidades, atravessámos a N10, e seguimos até ao Moinho do Cuco


Descemos o "Fim-do-Mundo", subimos até à Quinta da Urze e depois voltámos a descer até ao asfalto da estrada dos Picheleiros.

Atravessámos a Ribeira da Ajuda e seguimos até à Comenda, mas desta vez seguimos pela margem direita da ribeira, margem essa que nós muitas vezes nos esquecemos que existe e que o Lino já tinha saudades de fazer.

Do parque de merendas da Comenda seguimos até à Serra de São Luís e subimos pelo estradão da Capela até ao Single-Track.

Era agora a altura de subir o estradão da Quinta do Rego D´Agua onde aproveitámos para tirar a foto de grupo:


Dali seguimos para o Vale dos Barris e subimos até Palmela. Como ainda era cedo, voltámos à Serra do Louro e seguimos pelo caminho um nível abaixo da rota dos moinhos e fomos explorar um trilho que me tinha ficado debaixo de olho na véspera. Quando lá chegámos, analisámos as hipóteses de o trilho ter ou não saída e depois de uma curta troca de ideias resolvemos arriscar. Tivemos sorte, o trilho era todo ciclável e descobrimos mais uma alternativa para os nossos percursos.

Como a primeira exploração tinha corrido bem, resolvemos continuar a explorar e descobrimos mais outro caminho, e ainda deixei mais um para explorar noutro dia ;-)

 

E como estávamos numa explorar, o Lino lembrou-se que ainda não conhecia as Grutas da Quinta do Anjo e por isso despedimos-nos do Rodrigo e fui lá mostrar-lhe as ditas grutas. Aquilo não é nada de especial, mas pelo menos fiquei satisfeito por não ter encontrado o monte de lixo que lá estava depositado da ultima vez que lá tinha passado! Desta vez estava tudo imaculado e ainda bem!


Falta só mostrar-vos o vídeo desta semana, que uma vez mais não ficou como eu queria. Se da ultima vez o problema tinha sido a humidade e o pó na lente, este domingo o suporte da câmara não estava no sitio certo e por isso o vídeo ficou repleto de grandes planos das "testas" dos quadros e de ciclistas sem cabeça, e por vezes sem ombros, lolol. 

Ainda não é desta que ganho o Oscar! Até à próxima ;-)


Rijos de serviço: Carlos, Lino e Rodrigo

Distância percorrida: 55,70 km em 04:00:13
Altura máxima: 235 m
Altura mínima: 9 m
Acumulado de subidas: 705 m (GPSies)
Media de Pulsações: 125 p/min.
Pulsação Máxima: 192 p/min.
Velocidade Média: 16,10 km/h 
Velocidade Máxima: 51,30 km/h
 

Sem comentários:

Publicar um comentário