quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Rescaldo - Passeio de BTT de 02/09/2012 - Subidas para todos os gostos ;-)



O objectivo desta semana era fazer um percurso que terminasse relativamente cedo e que permitisse ao Rodrigo estar na Quinta do Anjo antes das 12h. Com esse objectivo em mente partimos da rotunda do ovelheiro pouco passava das 08h e seguimos até ao "fio-dental", continuámos a descer pelo estradão de Alcube até ao corta-fogo, e depois subimos até à Quinta do Rego de Água. 


Aí virámos à esquerda e seguimos em direcção ao "Trilho das Oliveiras" da Serra de São Luís


Subimos depois pelo antigo acesso às pedreiras e seguimos até ao parque de merendas junto à Capela de São Luís.

Após a pausa para o lanche, verificámos que ainda eram +/- 09h20 e que por isso ainda era muito cedo para encetar o regresso a casa. Mas como tínhamos o compromisso de chegar cedo, resolvemos aproximarmos da Quinta do Anjo de forma a termos a certeza que cumpriríamos o objectivo proposto.



Se até aqui o percurso tinha pensado por mim e tinha sido feito maioritariamente do tempo a subir, a partir da Capela foi o Zé o responsável, mas não pensem que as subidas diminuíram! Começamos logo por voltar para trás na Capela e subir o estradão que tínhamos acabado de descer, para depois seguirmos pelo trilho na Serra de São Luís que passa ao lado do acesso para o Pedrão (Povoado pré-histórico). 


Continuámos a descer até ao sopé da Serra de São Luís como já tínhamos descido muito, iniciámos a subida da encosta pelo single-track que habitualmente fazemos a descer, mas que até nem custa muito a subir ;-)

Rodrigo, Carlos e Zé (que só apareceu nesta foto porque ele está com uma pedalada muito forte e era difícil de apanhar, lolol)

Depois seguimos até ao Trilho dos Sobreiros e descemos até ao Vale dos Barris.


Como estávamos na onda das descidas, aproveitámos a "maré" e descemos pela "Toca da Lagartixa". Lá em baixo tinhamos duas opções, ou seguir pela "Cobra" ou pela "Lagartixa". Optamos por esta ultima opção e chegámos novamente até ao Vale dos Barris.

Subimos a estrada dos Barris até Palmela, e como ainda era cedo, seguimos pelo Trilho dos Moinhos até ao Pomar, com o objectivo de terminar o percurso em beleza no Trilho do Tronco.

Falta apenas mostrar o vídeo completo do passeio, que desta vez contou apenas com a câmara do Zé, porque eu apesar de ter andado a gravar a manha toda, esqueci-me de tirar a protecção contra o pó da minha keychain e tal como o falecido realizador português João César Monteiro no filme "Branca de Neve", só gravei um fundo negro... Que burrice!! E ainda por cima só me apercebi disso quando estava a chegar aos Olhos de Agua, lolol



Rijos de serviço: Carlos, Rodrigo e Zé

Distância percorrida: 51,90 km em 03:14:31
Altura máxima: 226 m
Altura mínima: 18 m
Acumulado de subidas: 747 m (GPSies)
Media de Pulsações: 133 p/min
Pulsação Máxima: 186 p/min
Velocidade Média: 16,50 km/h
Velocidade Máxima: 54,20 km/h

Sem comentários:

Publicar um comentário