domingo, 22 de abril de 2012

Rescaldo - Passeio de BTT de 22/04/2012 - "OKO Arrábida" [Organizado pelos Os Kondes d´Oeiras]


Esta semana recebemos um convite dos "Kondes D´Oeiras" para os acompanhar num passeio que eles organizaram no Parque Natural da Arrábida. Dada a natureza do convite não o poderíamos recusar e foi com muito gosto que nos juntámos a este simpático e divertido grupo.

O passeio era composto por dois percursos, um mais difícil outro mais fácil e ambos inspirados em alguns trilhos que tenho aqui na Trilhopédia. A minha primeira reacção quando analisei o percurso principal foi que seria uma excelente volta, repleta de bons single-tracks e muitas subidas, mas que talvez fosse demasiado ambiciosa para um grupo tão grande (se não me enganei a contar creio que éramos 28 pessoas).
Só mais tarde me apercebi que o inicio da volta seria na Baixa de Palmela e que as primeiras pedaladas seriam subir a "Lagartixa" e logo de seguida o novo asfalto da estrada dos Barris até Palmela. Pelo que percebi, o objectivo desta opção era evitar que o grupo que iria fazer o percurso mais acessível terminasse a subir até Palmela, e assim fazerem um acumulado altitude menor. Mas apesar da intenção ser boa, na pratica esta não foi a melhor escolha, porque se perdeu muito tempo em duas subidas que só serviram para desgastar os participantes menos preparados fisicamente e que não acrescentaram nada de positivo ao percurso.



Júlio - Organizador do passeio
Já com um considerável atraso seguimos para a Serra do Louro e para o Trilho dos Moinhos:




 Seguimos depois pelo Trilho do Pomar:


O próximo desafio era o "Cai-de-Costas":

Temos de convencer o Vaquinhas a comprar um jersey igual ao deste companheiro!! Ficava-lhe mesmo bem ;-)
A prova que não era só quem subia que ia a pé ;-)

Era agora a vez de seguirmos para a "Toca do Coelho" que agora está muito menos fechado do que a ultima vez que lá passámos e que fez a delicia de todos os que lá passaram:


Subimos depois pelo "Zigue-Zague" e foi aqui que encontrei um pequeno grupo, onde um deles tinha acabado de partir o quadro de suspensão total da sua TREK...

 Como pensei que eles faziam parte do grupo de Oeiras tive ali um pouco com eles e tirei até estas duas fotos do quadro para juntar à "reportagem"... Só mais tarde me apercebi que eles afinal não pertenciam ao grupo da outra margem do Tejo... Imagino o que eles devem ter pensado aqui do "abelhudo", eheheh [se porventura ele me estiver a ler peço desculpa para intromissão, a intenção não era essa!].

Era a altura de reagrupar e de seguir pelo "Sobe-e-Desce" até à Capela das Necessidades:



Atravessámos a N10 e seguimos em direcção ao moinho do cuco, mas antes de lá chegarmos e como já se estava a fazer muito tarde, mais ou menos metade do grupo optou por desistir e voltar pelo caminho mais rápido até à Baixa de Palmela. Como o Vaquinhas não podia chegar muito tarde a casa, juntámos o útil ao agradável e ele serviu de guia de forma a que todos seguissem pelo caminho mais adequado até aos carros.

O resto da malta decidiu que iriam abandonar a ideia inicial de fazer o percurso principal e seguiríamos todos pelo percurso complementar. E esta foi a decisão mais sensata porque ao ritmo que o grupo seguia, seria extremamente difícil terminar a volta em tempo útil. 

Seguimos então até o Moinho do Cuco onde aproveitámos para tirar a foto de grupo aos resistentes:

 

Era agora a altura de descer até ao "Fim-do-Mundo" e seguir até aos Picheleiros


Aline - Num momento de diversão



Da estrada dos Picheleiros seguimos até à N10, atalhámos no canavial e seguimos até à Quinta de Alcube:




 Era agora a altura de gastar os últimos "cartuchos" e subir desde a Quinta de Alcube até às Oliveiras:




Rodrigo - Sempre atendo ao repórter ;-)


Mais uma pausa para reagrupar

Mais um grande plano do Júlio
O desgaste era evidente...
Lino cheio de força!
 


Convém também deixar aqui uma palavra de agradecimento ao Patrick, que ficava sempre para trás a tapar os buracos que nós íamos fazendo no percurso, e que só por isso chegava sempre em ultimo, mas que era o primeiro a dizer uma piada e a contagiar-nos com o seu bom "astral".
Patrick - O "Tapa-Buracos"
O "pior" já tinha passado e restava agora seguir pelo estradão do Vale dos Barris até à entrada para a Lagartixa onde nos despedimos dos "Kondes D´Oeiras" e dos seus convidados.

Eles depois desceram até ao parque de estacionamento da Baixa de Palmela e nós seguimos a todo o vapor até casa que já se fazia tarde.

PS: Quem quiser visualizar todas as fotos que tirei (sim porque ainda há mais, lolol) basta ir ao nosso Facebook (link directo para o álbum)

Até à próxima!

Sem comentários:

Publicar um comentário