quinta-feira, 19 de junho de 2008

Rescaldo – Passeio BTT de 15/06/2008 – A companhia da Brigada de Sarilhos!



Desta vez tivemos o prazer de contar com a presença de dois amigos da "Brigada-de-Sarilhos", o Licínio e o Lino estão habituados a praticar ciclismo de estrada mas não se fizeram rogados e aceitaram vir connosco até aos trilhos da Serra da Arrábida. As bicicletas de 50€ do Modelo nas subidas mais íngremes é que não os ajudaram nada, mas apesar disso acho que se aguentaram muito bem. Quem também se estreou na nossa companhia foi o Márcio, ele que já conhecia alguns dos trilhos e também teve à altura dos acontecimentos.
Quem não pode vir connosco por diversos motivos foram o Jorge "Quedas", o Zé "Nêsperas" e o Ricardo "Speedy Gonzalez", mas esperemos já contar pelo menos com o Jorge na próxima semana.

Devido ao calor dos últimos dias iniciámos a volta meia hora mais cedo do que é costume e por isso às 08h30 já estávamos em Palmela prontos para iniciar mais um passeio. E agora que vem aí o verão vamos manter este horário.

Como tínhamos elementos novos no pelotão optámos por fazer um percurso mais leve do que o da semana passada e seguimos em direcção aos Moinhos da Serra do Louro, depois seguimos por ali fora e quando chegámos ao "Cai-de-Costas" o Licínio quis ir experimentar para ver como é que era subir aquela "parede", eu para não dificultar muito tinha pensado em fazer o "fio-dental" mas já que eles estavam todos com vontade lá fomos todos para o "Cai-de-Costas"!
Mais uma vez ficámos todos pelo caminho, eu e o Vaquinhas ainda tentámos duas vezes mas mesmo assim não deu, eu passei os dois pontos mais críticos da subida, mas tive de parar porque senão tinha de atropelar o Márcio, que estava naquela altura encarregue de fazer a filmagem e que não se desviou para eu passar. O pior é que nem eu fiz a subida nem ele gravou nada! Ele deve ter carregado duas vezes no botão do gravar e só filmou três segundos... A filmagem de eu a ir em direcção ao "camaramen"até devia ter ficado engraçada! Temos pena!
A seguir ao "Cai-de-Costas" voltámos a virar à direita pelo trilho, mas desta vez fomos pelo single track que vai paralelo ao estradão, eu gostei muito deste caminho, é estreito, sempre a descer e tem muita vegetação, incluindo as nossas "amigas" silvas que nos arranharam um bocado, mas nada de especial! A seguir tivemos de serpentear o estradão que sobe até ao caminho que vem do "Cai-de-Costas", depois seguimos até à Capela do Alto das Necessidades para depois passarmos a N10 para o outro lado para fazer o caminho habitual até ao Moinho do Cuco. Depois fizemos a descida até aos picheleiros e seguimos até à Comenda.

À hora que lá chegámos já estava tudo cheio, o pessoal todo nos preparativos para o almoço, pessoas a jogar raquetes, outras a dar uns toques numa bola e muitos Btttistas como nós na pausa para o lanche.

Após a pausa seguimos para a Serra de São Luís e fizemos a subida até à ao trilho antes da Capela. Quem já não fez esta subida foi o Márcio, que optou por ir para Setúbal ter com a namorada (aqui a pergunta que ficou no ar foi: ele tinha mesmo que ir ter com a namorada, ou achou que aquilo já era areia a mais para a camioneta dele? Nunca vamos saber ao certo, mas isso também não interessa nada).

Fizemos o trilho, apanhámos o estradão do tanque, e seguimos sempre em frente até ao alcatrão. A seguir virámos à esquerda e descemos até ao Vale dos Barris e terminarmos com a subida até Palmela.

Distancia percorrida: 54,61 km

BTTtistas: António, Artur, Carlos, Licínio, Lino, Márcio e Vaquinhas

Resumindo: Novos companheiros, mais um trilho novo, mais um vídeo "reumático" e a boa disposição habitual



Sem comentários:

Publicar um comentário