quarta-feira, 3 de julho de 2013

Rescaldo - Passeio de BTT de 02/07/2013 - O regresso do Rodrigo, novidades e o fotografo sem máquina!


O percurso desta semana foi pensado tendo como base que teria de ser algo pouco complicado e que permitisse que todos chegássemos cedo a casa. O mesmo é dizer que não nos iríamos afastar muito e que por isso era a altura apropriada para irmos explorar um trilho na Quinta do Anjo que eu ainda não conhecia totalmente e que tinha recentemente obtido informações que agora estaria todo ciclavel.

E assim foi, logo nos primeiros metros fomos investigar o trilho que se revelou uma excelente alternativa aos últimos 300 mts do estradão que costumamos fazer quando entramos para a Serra pela rotunda do Ovelheiro (sobe menos e é mais agradável à vista - para a próxima fazemos um vídeo para mostrar ao pessoal)

Dali seguimos para o Trilho dos Moinhos, em sentido contrário ao que fazemos habitualmente (e fomos apanhados em flagrante, porque encontrámos um grupo de bttististas que nos acusou prontamente de irmos em contra-mão ;-)
De Palmela, seguimos pelos Barris até à "Toca da Lagartixa" e descemos até à Baixa de Palmela.

Seguimos até à "Tartaruga" e subimos pelo trilho da Quinta da Pena até ao parque de merendas da Capela de São Luís.

Era agora a altura do fotografo da treta sacar do tripé e tirar a habitual foto de grupo... Acontece que a qualidade do fotografo é tanta que nem se lembrou de trazer a máquina... (mas ao menos levei o tripé, devo merecer algum desconto, certo?)

Mas como o Zé tinha a sua câmara de filmar conseguimos na mesma sacar algumas fotos para este rescaldo:


Depois da pausa seguimos até ao estradão da Quinta do Rego de Água, e dali até Alcube. Após fazermos o primeiro trilho que eu tinha previsto e enquanto reagrupávamos, o Rodrigo falou-nos num trilho que um colega lhe tinha ensinado e que eu quando vi o track por alto julguei ser o das Colmeias. Para não ficarem duvidas de que trilho se estava a falar resolvemos ir ver quem tinha razão, e das duas uma, ou ele não tinha visto as colmeias ou era mesmo um caminho que eu desconhecia.

Quando o vejo a voltar uns metros para trás, vi logo que o das Colmeias não era de certeza porque este era na direcção oposta e ele ia precisamente a caminho de outros dois trilhos que nós já conhecíamos.

O tal trilho que acabou por ser o ponto alto deste passeio está meio escondido, e quem não souber passa pela entrada sem sequer se aperceber disso, e segue por ali abaixo por este outro single. E meus amigos, o que fomos nós encontrar! Quem diria que ali naquele sitio ainda havia esta "pérola" por ali perdida. E se há umas semanas atrás elogiei aqui o "Trilho da Caverna/Risco" perto de Sesimbra hoje é o dia de dizer maravilhas do "Trilho do Mestre/Trilho do Mister" (nome dado pela malta da Anibikes, em homenagem ao falecido Mamede Nazaré) que nos encheu as medidas e que de certeza vamos lá regressar muitas mais vezes (e ainda por cima nem temos de ir muito longe para lá chegar, são só vantagens!)


E o que é que há sempre após uma boa descida? Ahpoizé, a seguir lá tivemos de subir o estradão de Alcube até às Oliveiras, e dali pela encosta até ao largo do "Cai-de-Costas". Que com o calor que já estava se revelou bastante agradável...
Seguimos depois pelo Trilho da "Bardoada" (ou dos gaiteiros como quiserem) até à Quinta do Anjo, onde deixámos o Rodrigo à porta de casa e o Zé à porta do carro. Mas como desta vez a volta tinha sido muito fraquinha para o actual bom momento de forma do Zé, ele resolveu vir com o Lino e comigo até aqui ao Penteado para também ele fazer os 50 km (média de 17,0 km/h) e assim ficar mais "composto" (fez-me lembrar o Vaquinhas que uma vez depois de ter feito 80 e tal km andou às voltas pelo Pinhal Novo só para passar dos 100 km, e acabou por fazer +/- uns 120 km porque se enganou a fazer as contas, lolol).
Para a semana já sei que vão haver algumas baixas (a minha é certa), mas em breve cá estaremos de volta ;)

Deixo-vos com o vídeo completo e o respectivo track.






Sem comentários:

Publicar um comentário