quinta-feira, 18 de julho de 2013

Rescaldo do passeio de BTT de 17/07/2013 - Encontros, reencontros e a "piramide" escavacada


Esta foi a semana dos encontros e dos reencontros! Começou logo cedo quando o Artur encontrou o Jorge e o Luís no Pinhal Novo, depois quando parámos no largo do Cai-de-Costas voltámos a encontrá-los, e um pouco mais tarde e já na Serra de São Luís, ainda reencontrámos alguns elementos dos Ciclobeatos de Azeitão que já iam de abalada e de regresso a casa, mas apesar disso, o Mário ainda teve a gentileza de nos vir cumprimentar.

Outro marco relevante do dia foi o "Trilho da Pirâmide", eu já tinha sido avisado pelo nosso amigo Carlos Bruno (AKA M.A.D. Rider) que aquilo não estava igual, mas nada como ir lá ver! Pois bem, eu que já dominava todas as "manhas" do trilho, desta vez e por precaução desmontei três vezes... E sinceramente não me parece que as alterações tenham sido todas culpa da chuva, cheira-me que devem andar a passar por ali outro tipo de veículos que em conjunto com a lama escavacaram aquilo um bocado. Mas não se assustem que o trilho continua bom e ciclavel, o João fez tudo montado e sem grandes dificuldades! A malta mais "naba", como eu, é que tem novamente que aprender a melhor maneira de contornar os novos obstáculos (nem que seja a butes, lolol)

O percurso:

Voltámos a marcar o ponto de encontro na Quinta do Anjo, subimos directamente para a serra e seguimos uma vez mais, para uma das nossas mais recentes descobertas, ali mesmo à porta de casa. Eu lembro-me de aqui há uns anos atrás, quando conhecia muito pouco da serra, ter andado por ali a explorar aquilo, mas em sentido contrário e de na altura não ter encontrado saída nenhuma, agora das duas três, ou eu vi mal ou alguém andou recentemente ali a desbravar mato. Mas isso também pouco importa, o que conta é que agora sempre que passarmos ali dificilmente iremos optar por outra hipótese. E ainda falta irmos lá todos em sentido contrário! Tenho de pensar nisso, lolol

Dali seguimos para o Fio-dental, continuámos a descer pelo estradão de Alcube para depois começarmos a subir até à Quinta do Rego de Agua.


A seguir fizemos um circuito à volta do tanque (acho aquele segmento muito engraçado)

 
 e só depois é que seguimos para a "Pirâmide":


Era agora a altura de seguir até à Capela de São Luís, e dali até às Pedreiras e à zona do povoado pré-histórico do Pedrão. Para depois descermos até às Oliveiras:


No entroncamento, virámos à esquerda e subimos o estradão até ao topo para depois seguirmos até ao campo de paintball. O mesmo é dizer que tínhamos de subir uma parede daquelas que apesar de curta ainda nunca vi ninguém subir totalmente montado. Mas não foi por falta de tentativas!! Fica para a próxima ;)




Seguimos agora até à zona dos Barris, com a intenção de subir até à Serra do Louro e fazer os moinhos, mas como o Rodrigo estava com alguma pressa, optámos por uma solução que agrada sempre a todos e que se adequava ao horário que ele pretendia: Trilho do Tronco!!


E foi isto! 49,6 km (média de 15,7) cheios de trilhos porreiros e com a boa disposição habitual!

Deixo-vos como habitualmente com o vídeo, perfil de altitude e track:



Sem comentários:

Publicar um comentário