quinta-feira, 5 de março de 2009

Rescaldo – Passeio BTT de 01/03/2009 - A estreia do Luís


Desta vez o passeio correu bem!!! E ainda por cima tivemos mais uma estreia! O Luís veio connosco e portou-se muito bem, só houve ali uma subida que o deixou um bocado "offline" mas de resto não houve nada a apontar. Esperemos que ele tenha gostado do passeio e que venha mais vezes connosco.

Quem à ultima hora se viu privado do passeio foi o Artur que no Sábado teve a tentar afinar os travões e afinou-os de tal forma que a bicicleta ficou sem travões e ele teve de a levar para a oficina!

O ponto de encontro foi no Clube de BTT Vale de Barrios porque o Jorge ainda não tinha o aro pronto e o Vítor, mais uma vez, fez o favor de emprestar a roda para ele poder dar uma voltita.

O percurso:

Seguimos pelos Barris até à Capela do Alto das Necessidades, depois atravessámos a N10 e como o trilho do Moinho do Cuco esta vedado, não tivemos alternativa senão abandonar a subida à "Casa abandonada" e optar pelo estradão que passa nas traseiras da garagem dos autocarros.
Subimos depois até ao pinhal a seguir à "bela" vedação e a seguir descemos pelo sinuoso caminho (descobri agora que lhe chamam: "Descida ao fim do mundo") que vai dar à estrada dos picheleiros.
Atravessamos a estrada e seguimos pelo caminho de batida, após uns metros bem rolantes apareceu a tal subida que arrebentou com o Luís (e que há uns meses tinha rebentado com o Vaquinhas aquando do seu regresso às pedaladas no ano passado).
No cruzamento optámos por descer em direcção ao parque de campismo onde aproveitámos para lanchar (O Luís aqui voltou a carregar as baterias e estava pronto para mais subidas).

Saímos do estacionamento do parque de campismo e seguimos em direcção ao parque de merendas do Alambre, para fazermos pela primeira vez aquele caminho em sentido inverso. Foi uma experiência engraçada porque tivemos oportunidade de ver aquelas bonitas paisagens vistas de outro ângulo.

Passámos o parque de merendas e seguimos para a Falésia, onde aproveitámos para investigar o tal caminho alternativo que eu andava à procura à 15 dias quando o Paulo caiu (por falar nele, aproveito para dar novidades da sua lesão: O osso que ele partiu foi o escafoide e está a recuperar dentro das melhores expectativas e a operação está completamente posta de lado)
Encontrámos o caminho e é sem duvida menos rochoso e é sem duvida uma forte hipótese da próxima vez que lá passarmos.

A seguir descemos pelo estradão que vem da falésia (que o pessoal não gosta nada de subir por ser tão longo) e chegámos a Azeitão. Seguimos sempre por alcatrão até que chegámos novamente à Capela do Alto das Necessidades.

Como eles já estavam um pouco cansados e como tinham os carros no parque de estacionamento do Clube de BTT optámos por regressar pelos barris e fazer o mesmo caminho que tínhamos feito na fase inicial. Em termos de percurso não foi a melhor decisão (isto porque eu não gosto de passar duas vezes pelo mesmo sitio na mesma volta) porque havia muitas outras soluções alternativas (regressar pelos moinhos, ou pelo trilho que vai até à Quinta do Anjo, ou pelo estradão que passa pela Adega, etc). Fica para a proxima!!

Bttistas de Serviço: Carlos, Jorge e Luís

Dados de grupo:

Distancia percorrida: 57,05 km em 3:33:13 (menos 25 km para o Jorge e para o Luís)

Temperatura Mínima: 8 ºC
Temperatura Máxima: 15 ºC

Dados individuais:

Media de Pulsações: 138 p/min.
Pulsação Máxima: 199 p/min.

Velocidade Média: 16,0 km/hora
Velocidade Máxima: 54,70 km/hora

Sem comentários:

Publicar um comentário