quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Rescaldo - Passeio de BTT de 23/01/2011 - O Frio e o cartão que ficou em casa!


Foto do dia:


Este domingo apesar do frio (3º C) que se sentia conseguimos juntar quatro destemidos "Rijos". Havia ainda a promessa de mais uma presença, mas o quentinho do edredon foi novamente mais forte e venceu outra vez esta "batalha"... 

Este domingo supostamente ia estrear de um novo suporte "home-made" para a Câmara Porta-Chaves, especialmente concebido para filmar a malta que segue atrás de mim, mas infelizmente após efectuar o carregamento da bateria da máquina, esqueci-me de colocar o cartão de memoria, e só me apercebi do sucedido quando ia começar a fazer a primeira filmagem... Ooopssss... 

Conforme eu tinha prometido o percurso era relativamente simples (ideal para os "reumáticos" voltarem à acção) com descidas e single-tracks cheios de adrenalina e subidas pouco complicadas.
Quando chegámos ao "Fio-dental" fomos surpreendidos com o tema de conversa de dois ciclistas que se preparavam para descer pelo trilho. Segundo eles esta deveria ser a ultima vez que iríamos passar por ali, visto que o dono do terreno tem a intenção de o destruir e plantar pinheiros...

Artur e Jorge no final do "Fio-Dental"
Descemos desde os Barris até ao Vale de Alcube e subimos pelo trilho das Colmeias:

Jorge a subir a parte mais inclinada do trilho
Ao longe o Moinho do Cuco
Quando chegámos lá a cima, subimos mais um pouco, e na bifurcação seguimos pelo caminho da direita. Poucos metros mais à frente cortámos novamente à direita e iniciámos a novidade do dia, que é um trilho pouco conhecido onde descemos, subimos e voltamos a descer e que termina num drop que nós não temos habilidade suficiente para o fazer e que por isso foi feito "à lá pata" (e mesmo assim não foi fácil, eehehh).


Depois subimos mais um pouco, desta vez por um caminho bem nosso conhecido e onde o Jorge é o nosso melhor especialista.


Depois seguimos até à Quinta do Rego de Água e subimos até ao tanque (ainda encontrámos em sentido contrário o Zé e mais dois amigos que apesar de terem saído mais tarde do Pinhal Novo também vieram divertir-se para a serra).


Da Quinta do Rego de Água seguimos para a zona do campo de Paintball e pouco depois já estávamos na melhor parte do percurso que é um single-track muito bom antecedido de uma descida íngreme que desta vez foi feita por todos. O engraçado foi que o Rodrigo, que vinha atrás de mim, nem hesitou e desceu comigo (poder da sugestão é fantástico) e o Artur e o Jorge que vinham uns metros mais atrás ainda ficaram a pensar se era desta que iam arriscar. Acredito que o facto de verem o Rodrigo a vir montado por ali a baixo os ajudou a ganhar coragem.

O Jorge aqui ainda estava a pensar se ia descer a pé ou montado...
E lá vem ele! Uhuuuuuuuuuuuu!!!!


A seguir à descida virámos imediatamente à esquerda e iniciámos o tal trilho fantástico que nos leva até uns sobreiros envoltos num cenário idílico...

Hoje também tive direito a aparecer em acção no rescaldo! (Jorge, para a próxima tens de me deixar aproximar mais)
Jorge em alto estilo no trilho dos sobreiros
Rodrigo, Carlos, Artur: "Filha, o pai agora está a tirar uma foto..." e Jorge
Depois da sessão fotográfica continuámos pelo resto do trilho que termina mesmo perto da VBBikes


A partir daqui restava subir até Palmela e depois rolar os 10 km finais até casa.

Para a semana não há rescaldo mas voltaremos em Fevereiro, até à próxima!!

 
Rijos de serviço: Artur, Carlos, Jorge e Rodrigo

Distância percorrida: 44,64 km (3::05:04)

Altura máxima: 225 m
Altura mínima: 17 m
Acumulado de subidas: 1171 m (TrackMaster) - 602 m (GPSies)
Índice de dificuldade: 601 m (TrackMaster)

Media de Pulsações: 125 p/min.
Pulsação Máxima: 176 p/min. (00:00:00 acima do limite)

Velocidade Média: 14,50 km/hora (muito fraquinho)
Velocidade Máxima: 44,10 km/hora


Sem comentários:

Publicar um comentário