terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Rescaldo - Passeio de BTT de 16/12/2012 - Mais uma volta WD40

Como esta semana nenhum de nós estava com muita vontade de fazer grandes esforços, resolvemos fazer mais uma volta WD40, só para não enferrujar e rolar um pouco. Como sempre procurámos evitar os pisos mais lamacentos e por isso seguimos pela Estrada dos Barris até à "Lagartixa", onde descemos até à Baixa de Palmela. Passámos pelo Parque de Merendas de São Paulo e quando chegámos às Oliveiras reparamos que haviam umas fitas a indicar para um trilho que o Lino ainda não conhecia e que o Artur e eu não visitámos há muitos anos. Resolvemos ir cuscar para ver se o trilho estava na mesma ou se porventura haveria alguma novidade:



Não havia nenhuma novidade, o trilho continua muito bonito, perfeitamente ciclável no inicio e no fim e com umas valas e umas rochas no meio do trilho que nos obrigam a desmontar. Em sentido contrário ao que fizemos desta vez, e com as rochas mais secas, acredito que a malta com uma técnica superior à nossa  (que não é difícil, lolol) consiga superar esta parte mais técnica, mas não é fácil.

O Lino e o Artur, comentavam que este trilho era ideal para uma caminhada, e chegaram a conclusão que era mesmo isso que estavam a fazer, não tinha era sido preciso trazer a bike, lolol


O trilho acaba (ou começa) na "Tartaruga" mesmo em frente à entrada para a Quinta da Pena. Parámos ali um pouco para decidir para onde iríamos a seguir e a decisão foi que subiríamos a "Tartaruga" até às antigas pedreiras da Serra de São Luís.

 

 Foi já lá em cima que descobrimos que as fitas pertenciam ao evento "Run & Bike" organizado pelas Lebres do Sado, que vim agora a descobrir se realizou nesse mesmo dia.

Continuámos pela Serra de São Luís, seguimos até ao Moinho da Páscoa e depois até à Estrada dos Barris. Seguimos até à zona da Portela, onde subimos pela encosta até ao largo do "Cai-de-Costas":


O Lino como estava ainda com o "tanque cheio de gasolina" resolveu uma vez mais não parar e subir tudo até ao topo da Serra de São Francisco! (Agora tomou-lhe o gosto não quer outra coisa! Grande Lino!!)


Quando ele regressou, tínhamos a intenção de seguir até ao trilho da "Bardoada", mas como o acesso até lá estava uma lastima (lama com fartura), resolvemos o assunto com um desvio pela zona da Torre até Cabanas.

Nada mais há a acrescentar, deixo-vos com os dados estatísticos, track e o gráfico de altimetria.

Até à próxima!

Rijos de serviço: Artur, Carlos, e Lino

Distância percorrida: 40,00 km em 02:42:45
Altura máxima: 227 m
Altura mínima: 20 m
Acumulado de subidas: 583 m (GPSies)
Media de Pulsações: 107 p/min.
Pulsação Máxima: 178 p/min.
Velocidade Média: 15,20 km/h 
Velocidade Máxima: 50,60 km/h


Sem comentários:

Publicar um comentário